Diário de bordo: Dubai 5 - As lojas

21:14:00 Inês de Almeida 0 Comments

Falei-vos do Dubai Mall ter o fóssil de um dinossauro e não vos falava das lojas? Não me parece correcto. Bem, sendo que o Dubai Mall tem cinco vezes o tamanho do Colombo, acho que conseguem ter uma ideia do paraíso de consumo que aquilo é. Vi todas aquelas marcas que não existem em Portugal e que me despertavam a curiosidade, como a Victoria's Secret, a Bath and Body Works e a Tiffany's. E agora vou partilhar com vocês.

Victoria's Secret

Victoria's Secret

Esta loja é tudo o que possam imaginar. Gigante, feminina, cor-de-rosa. Dá vontade de pegar num camião de mudanças, escolher e mandar para lá. Infelizmente, os preços não acompanham essa vontade. É uma loja cara, que se faz valer do grande hype que tem. Mas é tudo bonito (ok, algumas coisas não tanto, mas isso é como tudo). Tem lingerie lindíssima (e de boa qualidade, garanto-vos), pijamas amorosos e acessórios de babar.




Fiquei a babar-me para cima deste pijama com o padrão clássico da VS em cetim. LINDO! Digam lá que não é:


Mas mais uma vez, fui demovida pelo preço. Na VS até os provadores são giros. Sim, tirei fotos a tudo. No Dubai ninguém põe entraves, vê-se que estão muito habituados aos turistas.



Bath and Body Works

Além da VS, a segunda loja que mais me tentou foi a Bath and Body Works. Já tinha vários produtos de lá, trazidos pela mana, então já era fã. Todos têm uma coisa em comum, cheiros deliciosos e bastante activos. Das vezes que já me perguntaram que perfume é que estava a usar ou que cheiro bom é que estava no ar, estava com um produto da Bath and Body Works em 90% delas.



Não tirei fotos espectaculares, portanto isto é o que se arranja. Imensos cheirinhos diferentes, em formato de gel de banho, loção para o corpo, creme para as mãos, desinfectante de mãos, velas... E todos deliciosos. Adoro as edições especiais de Natal, são especialmente amorosas (trouxe uma vela de caramelo e canela e um creme de mãos de baunilha, ambos da colecção de Natal).


Não sei porque é que a marca ainda não existe em Portugal (acho que não fazem franchising, o que é uma pena), mas se um dia vier para cá poderá ser potencialmente perigoso para a minha carteira. Os produtos são mesmo qualquer coisa. E a loja tem uma linha de spa e tratamento que é óptima para a pele. 

Tiffany's


Quem já viu o icónico Breakfast at Tiffany's, com a adorável Holly Golightly (interpretada pela Audrey Hepburn), decerto se lembra da primeira cena em que a protagonista toma o pequeno almoço a olhar para a montra da Tiffany's. A loja em que, segundo a própria, se refugiava quando precisava de se sentir calma. Bem, é claro que isto desperta curiosidade para quem viu o filme. Honestamente, não senti nada disso. Apenas me senti observada pelos empregados (já que a loja estava vazia).


Olha que caixinha mais amorosa. Adoro o azul da Tiffany's! Esta é daquelas lojas para entrar, sonhar um bocadinho e depois sair. Assim como tantas outras de lá. Como a Chanel, Elie Saab e Christian Louboutin (pelo menos para mim, não sei quantos magnatas é que andam aqui pelo estaminé). Para quem gosta de moda, acho que é como contemplar arte. Mesmo que não se compre nada, já se sai de lá com alguma coisa.


Candylicious


Gente gulosa, afastem-de destas paragens. Aqui há de tudo. Chocolates da Hershey's, feijões Jelly Belly, M&M's de vários sabores... Até pijamas há (conseguem ver na imagem). É uma boa loja para comprar presentes (para os outros ou para nós, muaaaah).



Eu agarrei-me logo a estas duas almofadas. Não comprei nada desta loja, mas ainda trouxe para Portugal um pacote de mini peanut butter cups da Reese's e um outro de Rainbow Nerds da Wonka (e comi uns quantos m&m's de manteiga de amendoim com a minha irmã, que são absolutamente deliciosos - ainda bem que não se vêem muito por cá).


Repetto

Kate Spade

Dior


O post acabou por ficar mais exaustivo do que planeava e nem falei de metade do que vi! Além de todas as marcas de topo, no Dubai Mall existe uma livraria que me deixou abismada, A Bookstore. Tinha tudo e mais alguma coisa! Acho que perdi lá umas duas horas, fora de brincadeiras. E os livros, espantem-se, eram ao mesmo preço ou mais baratos que em Portugal. O que só prova que cá a cultura é caríssima. Malta que vai ou pensa ir ao Dubai, preparem-se para ser tentados de todas as maneiras! Nunca fui aos EUA, mas suponho que não seja muito diferente. 

0 comentários: