Diário de bordo: Dubai 3 - Dubai Mall

13:01:00 Inês de Almeida 0 Comments

Pensavam que já me tinha cansado de falar sobre o Dubai? Nada disso. E, sim, vou fazer um post apenas para falar dos dois shoppings que visitei lá. E porquê? Nós temos vários centros comerciais em Portugal. E bons. Sim, mas não temos aquela excentricidade. Não temos um aquário num shopping em que se faz mergulho! Não temos uma pista de gelo ou o fóssil de um dinossauro. No Dubai há tudo isso. É tudo massivo, entra-nos pelos olhos dentro, faz-nos libertar uma interjeição de espanto a cada esquina.


Esta foto não é minha. É difícil tirar uma foto que consiga abarcar todo aquele esplendor. O edifício que se destaca no quadro é o Burj Khalifa (do qual irei falar num outro post) e em baixo vê-se o Dubai Mall e as suas famosas fontes, cujos espectáculos podem ser vistos todos os dias de meia em meia hora a partir das seis da tarde. Ou então, para quem está longe, num vídeo qualquer do Youtube, como este:


Além das fontes exteriores, absolutamente lindíssimas, em que os espectáculos tanto se podem basear numa música árabe como no hit do Mickael Jackson, há todo um mundo para explorar dentro do próprio Dubai Mall. Como este fica mesmo ao lado da casa da minha irmã, já podem imaginar que passei lá a vida (e percorri lá dentro quilómetros, fora de exageros).


Para verem o colosso que é este shopping, nada melhor que esta foto que tirei do topo do Burj Khalifa. Comparem o tamanho da estrada que fica do lado esquerdo (que tem umas sete faixas em cada direcção) ao edifício que está no centro. O tamanho dele é cinco vezes maior que o Colombo. Cinco! Percebem agora quando digo que percorri quilómetros lá dentro?


Esta foto também não é minha. Eu tirei uma junto ao aquário, mas que não transmite a magnitude e o impacto deste. É enorme. Dá para fazer mergulho lá dentro ou para passar por baixo (a seco, sem contactar com os tubarões). Vejam aqui:


Eu não fiz nem uma coisa nem outra. É impossível fazer tudo o que há para fazer no Dubai. Porque a) há mesmo muita escolha e b) o meu orçamento é limitado. Mas que deve ser giro, deve.


Esta foto já é minha. Andava eu descansada a percorrer a área da restauração, quando olho para baixo e me deparo com uma pista de gelo. Entenda-se que, por esta altura, rondavam os 30 graus centígrados no Dubai. Também não andei e acho que foi para meu próprio bem, pois estava mesmo a ver-me a dar um espalhanço monumental. Mas que é giro de ver, é!


Quando eu achava que o Dubai Mall já não tinha mais por onde me surpreender, soube que albergava o fóssil de um dinossauro. Com 155 milhões de anos! Whaaaat? Nunca tinha visto nenhum, portanto fui a correr e a saltar dar uma olhada. Incrível.


Mais uma foto que não é minha, mas que expressa bem melhor a realidade. Estas fontes interiores também são uma das imagens de marca deste shopping, por causa do impacto estético que causam. Penso que é justo dizer que todo este centro comercial é um feito de engenharia. Mas, caso não o tenha expressado bem e haja curiosidade, é ver este vídeo:


Também visitei o Mall of Emirates, que tem a conhecida pista de gelo. É absolutamente incrível como conseguem encaixar isto num centro comercial:


Este post acabou por ficar gigantesco e nem falei nas lojas. E, sim, isso foi o que me fez 'perder' mais tempo. Todas aquelas lojas de que ouvimos falar nas revistas, séries e filmes estão lá. A Victoria's Secret, a Tiffany's, a Bath an Body Works, Kate Spade, Elie Saab, Chanel, Dior... E podia continuar. Trouxe algumas coisinhas de lá, mas o que me apetecia mesmo era trazer um camião TIR de tralha. Sim, o Dubai tem tudo para apelar aos desejos consumistas. Lojas lindíssimas, variedade, empregados atenciosos que não hesitam em mostrar tudo... Mas pronto, vale sempre pela experiência e pela possibilidade de ver coisas bonitas ao vivo!

0 comentários: