Review: batons L'Absolu Rouge Definition da Lancôme

23:27:00 Inês de Almeida 0 Comments

Le Vermillon, Le Magenta, Le Violet, Le Pourpre, Le Carmin, Le Sepia

A linha L'Absolu Rouge Definition promete cores de alta intensidade, de alta precisão, mates e confortáveis. Eu como apreciadora de batons que sou, recebi umas amostras da minha irmã, e decidi testar e partilhar com vocês. 

195 - Le Carmin



O Le Carmin é um vermelho cereja clássico. É o preferido da Penélope Cruz (que faz o anúncio), mas pessoalmente não me deixou maravilhada. Seca muito os lábios e não tem uma tonalidade tão intensa e opaca como o Russian Red da MAC, por exemplo. Mas é um vermelho bonito, aguenta-se horas nos lábios e sai de forma uniforme ao longo do dia. 

388 - Le Magenta



Este é, dos três, o baton que gosto menos. Não é que seja feio ou que a fórmula seja pior que a dos outros, mas não gosto muito de me ver com batons cor-de rosa no geral. Este não é demasiado "cheguei!", é um baton rosa forte, mas relativamente discreto (difícil combinação esta, hum?). Imagino-o na Primavera, com roupas fluídas e o sol a começar a aparecer. Para o Inverno acho que não combina tão bem. Mas isso é uma opinião muito pessoal, lá está.

184 - Le Vermillon



Este é o meu preferido dos três. Ultimamente ando numa de vermelhos abertos e vibrantes (como o baton da Kendall Jenner para a Estée Lauder). No entanto, notei neste a mesma falta de intensidade do Le Carmin. Parece que a cor não é suficientemente opaca. É uma excelente opção para levar para o trabalho, naqueles dias em que nos sentimos mais arrojadas. É o tom certo para dar vida ao rosto e realçar o bronze (qual bronze?).

Pontos fortes: alta duração e facilidade de aplicação.
Pontos fracos: falta de intensidade (ao contrário do prometido) e ressequir os lábios

Posto isto, volto ao que já sabia: não há batons como os da MAC. O packaging pode não ser tão 'txaran' como o da Yves Saint Laurent, Guerlain ou outras marcas, mas a qualidade é incrivelmente superior. E o preço, claro! Se um batom da MAC se compra por 18,5€ (corrijam-me se estiver errada), de marcas como a Chanel ou a Lancôme pode-se esperar preços a rondar os 30€. Nunca tive nenhum batom da Lancôme (tenho um gloss e adoro), mas ter experimentado estas amostras também não me convenceu a comprar um. 

0 comentários: