Beauty on a budget: tratamento do cabelo

12:31:00 Inês de Almeida 2 Comments

O cabelo é das partes do corpo em que as mulheres mais investem e perdem mais tempo. E com razão, um cabelo bonito faz toda a diferença no visual. No entanto, obtê-lo não tem de significar gastar fortunas.

Kendall Jenner


- Uma das formas mais óbvias de poupar dinheiro no cabeleireiro é simplesmente não pintar o cabelo. Fazê-lo implica gastar dinheiro na coloração, na manutenção e nos produtos todos que o cabelo necessita para se manter saudável e bonito. Se não tens cabelos brancos e tens um orçamento limitado, deixa-te estar com a tua cor natural. Afinal, geneticamente é assim que a cor do teu cabelo foi determinada para ser. Portanto, à partida, será a cor que melhor encaixa com o teu tom de pele, de olhos e restantes características. Além disso, não há nada que fique mais feio do que umas raízes enormes ou um cabelo pintado e ultra-seco. Aqui não há volta a dar: só vale a pena pintar se se tiver dinheiro para manter.

- Da mesma maneira que podes poupar dinheiro se evitares as colorações, também é uma boa opção manter um corte simples que não exija grande manutenção. Por exemplo, a franja exige que se corra para o cabeleireiro de dois em dois meses. Os cabeleireiros passam a vida a dizer que se deve cortar as pontas de três em três meses, mas um cabelo bem tratado não precisa de tanto. E se o queres deixar crescer, cortando com tanta frequência é impossível, trust me.

- Já agora, um dos mitos capilares que mais me enerva é que cortar as pontas faz o cabelo ficar mais saudável. Ora, naturalmente vai ficar com melhor aspecto. No entanto, o cabelo é constituído por células mortas. Dizer que fica mais saudável é muito pouco científico. Além disso, as pontas nada têm a ver com o cabelo que ainda vai crescer.

- Para ter efectivamente um cabelo mais saudável importa a alimentação, beber água, a ingestão de álcool e o tabaco. E depois, claro, dependendo da utilização de bons produtos e outros cuidados, o cabelo aguenta-se bonito mais ou menos tempo.

Sérum Mythic Oil + Champô Pantene + Máscara Pantene

Estes são os únicos três produtos que uso para cuidar do meu cabelo. Champô e máscara de uma linha de supermercado, da Elvive ou da Pantene, por exemplo. E um sérum de maior qualidade para tratar as pontas e dar brilho. Sou absolutamente fã do Mythic Oil. Um frasco dá-me para seis meses, mais coisa menos coisa, o que não representa um grande gasto. Além disso, corto o cabelo uma vez por ano (cabeleireiras que me estejam a ler, por favor não morram de choque) e opto apenas por cortar as pontas a direito. Não gosto de escadeados ou muitos frufrus, gosto do cabelo o mais simples e natural possível. A maior agressão que faço ao cabelo é mesmo o uso de secador e ferro de alisar. Para um cabelo jovem e saudável, não acho que seja necessário mais do que produtos de supermercado. É óbvio que quem puder comprar Kérastase, deve fazê-lo. Mas quem não puder, também se safa muito bem com uma Pantene. 

Eu com o cabelo da minha cor natural, comprido e esticado.

2 comentários:

  1. Adorava ir ao cabeleireiro, é um verdadeiro ritual de prazer mas concordo, não é preciso gastar muito para ter o cabelo bonito :).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, as massagens que fazem ao couro cabeludo são qualquer coisa!

      Eliminar