Filmes que marcaram a moda

21:03:00 Inês de Almeida 0 Comments

Muitas vezes dá-se a desculpa de um look não ser bom por estar datado ou desactualizado. Embora a moda passe muito por ciclos e tendências, tal como qualquer arte que vive de "correntes", isso não significa que tudo o que pertença a um tempo que já passou seja mau. E a prova disso é o cinema, Há personagens que se tornam únicas também pela marca que deixaram na moda. Reflectem uma época mas ainda hoje são inspiradoras. E isso é o verdadeiro estilo. Intemporal, bonito e marcante, independentemente da época.


Audrey Hepburn interpreta Holly Golightly em Breakfast at Tiffany's (1961)

Este é o talvez o filme mais referido pelas apreciadoras de moda. É tudo icónico. A Holly em frente à Tiffany's casualmente a beber café e a comer um croissant (como se aquele corpinho se alimentasse de croissants, yeah right) com um longo vestido preto e três fiadas de pérolas à volta do pescoço. A Holly e o Paul a percorrerem Nova Iorque com máscaras na cara. A Holly a dormir com um tapa-olhos azul-turquesa amoroso. A Holly a fumar uma cigarrilha com um magnifico vestido drapeado que lhe dá uma aura de deusa grega. Podia continuar. Este filme é isto. Uma sucessão de momentos de estilo. Mais do que o enredo propriamente (que é giro, mas nada por aí além - desculpa, Truman), acho que Breakfast at Tiffany's deixou o maior legado para a moda. 


Grace Kelly interpreta Lisa Fremont em Rear Window (1954)

Antes de ser princesa, Grace Kelly era a musa de Hitchcock e deixou a sua marca na sétima arte. O guarda-roupa dela no icónico filme Rear Window (ou Janela Indiscreta em português) é todo ele de babar. São os fifties no seu melhor. O new look com a saia rodada e o corpete justo tão característico desta época, saias plissadas, tecidos delicados como o top de seda sem costas (na segunda fotografia). Até a camisa de noite é bonita. É o estilo ladylike em todo o seu esplendor.


Michelle Pfeiffer interpreta Elvira Hancock em Scarface (1983)

Os decotes vertiginosos, os vestidos fluídos, os power suits, os boyfriend blazers, os óculos cat eye. E a beleza e a 'pinta' da Michelle. Nasce um ícone. Depois da vaga hippie, temos os anos 70 e a era da Disco. E neste filme temos o melhor dessa vaga. 


Grace Kelly interpreta Frances Steves em To Catch a Thief (1955)

Apesar de não achar este filme um marco do cinema, não consegui tirar os olhos do ecrã por causa da Grace. É uma parada de vestidos lindíssimos e até de conjuntos de praia que dá vontade de copiar na hora! Ela era mesmo uma diva e antes de ser princesa já tinha o porte aristocrático. Também vale a pena ver pelas paisagens da Riviera Francesa e pela química que a actriz tinha com Cary Grant.

Podia continuar com outros filmes e personagens que fizeram história na moda. Vivian Leigh em Gone With the Wind, Kate Hudson no Almost Famous ou Julia Roberts em Pretty Women. Todos estes exemplos confirmam a famosa citação de Coco Chanel:

"Fashion fades, only style remains the same"

0 comentários: